A mãezinha do corno

Os olhos, agora suplicantes, daquela mulher autoritária dá mais entusiasmo a luxuria de Joel que se inclina novamente e a beija com fervor. Em seguida lhe aplica outra tapa. Vicky se surpreende, mas seu corpo responde eriçando todos os seus pelos, deixando os mamilos saborosamente endurecidos e a xoxota de tão molhada dava a impressão que ela tinha se urinado, tal é a mancha que se forma no assento da poltrona.

Cegamente ela procura pelo zíper da calça e com grande esforço consegue retirar a grossona rola que seus dedos mal conseguem circulá-la por inteiro. Continue lendo A mãezinha do corno…

Comendo minha titia

Olá pessoal ,
Mês de outubro tive uma surpresa
Não sou muito de visitar parentes mas tenho uma tara por minha ia e sua filha muto gostosa
No início do mês minha tia me manda uma mensagem de bom dia
Eu respondi e começamos a conversar e foi conversas normais até que ela partiu para outro lado da conversa ,falando que se sentia sozinha que meu tio não ligava mais para ela que só pensava em serviço e dinheiro ,eu a questionei aonde ela queria chegar com aquele assunto, ela falou que já não sabia mais o que era ser mulher na cama .Eu falei para ela que ela era bonita e que ainda dava um caldo ,ela respondeu que eu falava por ser seu sobrinho ,eu respondi que se não foce sobrinho eu mostraria para ela ,ela se calou no outro dia comecei a investir mandar mensagens de bom dia falando que ela é linda que se ela topasse poderíamos fazer com que ela se sentisse mulher

Continue lendo Comendo minha titia…

Incesto Anal Involuntário I

Joel acorda de repente com os glúteos febris de alguém se esfregando em sua virilha. Ele não sabe quem é a mulher que está deitada a seu lado de costas pra ele.
Vagamente se lembra que bebera um garrafa inteira de whisky com alguém e que se apagou ainda vestido de paletó e a gravata afrouxada no pescoço. A penumbra não favorecia que ele reconhecesse quem era a mulher. Mas dava pra notar que era bem jovem devido ao tono muscular das grossas coxas de firmes músculos, embora as nádegas fossem polpudas e macias.
A verga de Joel se enrijecera de tal modo que era humanamente impossível não libertá-la de dentro das calças devido ao excruciante tormento de ter ao pentelhos serem puxados ao súbito aumento do volume da mesma.

Continue lendo Incesto Anal Involuntário I…

Me tornei amante da minha mãe

Me chamo Vanderlei e minha mãe a protagonista da história se chama Verônica , estamos tendo um caso amoroso há mais de 2 anos , hoje estou com 32 anos e ela com 51 ,minha mãe viveu com meu pai durante 14 anos e se separou dele quando eu e minha irmã éramos muito novinhos , minha mãe estava com 31 anos , meu pai tinha 45 anos ele era caminhoneiro e viajava bastante , dizem que minha mãe vivia traindo ele com outros machos , só viemos mesmo saber depois da separação dela com meu pai , minha mãe já estava prenha do amante um homem de 42 anos que minha mãe conheceu e tiveram um relacionamento , o homem era separado da esposa e minha mãe na época acabou ficando com ele , ele se chama Jorge .

Continue lendo Me tornei amante da minha mãe…

Minha Cunhada, Meu Desejo

Meu nome Ìvan, tenho 28 anos. O fato que vou narrar aconteceu no final de 2001, e até hoje continua. Sou casado com Carla que tem 24 anos e posui uma irmã,Karen, de 19. Em dezembro de 2001, alugamos uma casa para começar nossa vida de casados. Carla achou melhor que a sua irmã fosse morar por uns tempos conosco pois ela poderia cuidar da casa enquanto nós iríamos trabalhar. Em nossa primeira noite na casa, surgiu um problema, onde karen iria dormir, pois tinhamos so uma cama de casal e nossa casa não tinha armadores para rede. A minha mulher deu a idéia de nós três dormimos na cama, sendo que ela dormiria no meio de nós dois. Por volta das três horas da madrugada eu acordei e senti

Continue lendo Minha Cunhada, Meu Desejo…

Sendo Putinha do meu filho

Sou Inês, tenho 35 anos, loira, branca e cuido da saúde, malho todos os dias, silicone nos seios, com uma bunda grande malhada, sou empresária dona de loja de roupas femininas, moro sozinha e sempre batalhei sozinha. Tenho um filho, Paulo de 18 anos, o pai dele abandonou quando soube que eu estava grávida, então sempre cuidei de Paulo, protegi ele de tudo. Paulo é magro, alto meio nerd, nunca deixei ele sair para festas, ele não era de namorar, e sempre fiz tudo oque ele pediu e quis, pago faculdade e moradia para ele em outra cidade perto da minha, amo meu filho! Continue lendo Sendo Putinha do meu filho…

Em nome da mãe e do filho

Com essa situação causada pelo coronavírus, a maioria das pessoas entraram em recesso, causando um impacto psicológico, levando as pessoas a tomarem atitudes extremas. William, um garoto normal que mora com a mãe Irene, uma mulher madura quase chegando a menopausa, viúva há quase 10 anos e nesse período nunca se relacionou com nenhum homem, desde então sofre de uma depressão, que junto a problemas no trabalho e familiares, precisou de tratamento psiquiátrico para tratar a doença, e de vez em quando tem uma breve recaída. Também sofre com um dilema interno: Ela tem medo de viver sozinha. Seu filho que já é um homem, daqui a pouco irá para a faculdade, morará sozinho ou conhecerá alguém e Irene terá que morar solitária na casa. Com toda essa questão da pandemia, Irene e seu filho já estão há meses sem saírem por causa da pandemia. Ela já não sai muito, apenas de casa para o trabalho, e quando seu filho conseguia leva-la no shopping em raras exceções.

Continue lendo Em nome da mãe e do filho…